A 3M usa cookies neste site. Os provedores de serviços deste site e os selecionados pela 3M instalam cookies contendo arquivos de texto no seu computador para reconhecer o computador e:

  • ● Personalizar sua experiência em sites da 3M.

  • ● Exibir anúncios de seu interesse.

  • ● Coletar informações estatísticas anônimas para aprimorar a funcionalidade e o desempenho do site.

Saiba os benefícios de aceitar estes cookies

Os sites da 3M usam cookies para oferecer suporte:

  • ● 'Lembre-me' - que permite você fazer login em visitas repetidas, usando um login seguro.

  • ● Salvando as suas escolhas anteriores e dando recomendações para produtos e serviços 3M de seu interesse.

  • ● Garantindo para você os recursos de compartilhar páginas e publicar comentários.

Você pode alterar as configurações dos seus cookies a qualquer momento, clicando em Preferências de cookies.

Alguns opt-outs podem falhar devido às configurações de cookies do seu navegador. Se você quiser configurar preferências de opt-out usando esta ferramenta, precisa permitir cookies de terceiros na configuração do seu navegador.

Ao clicar em Aceitar e Prosseguir, você confirma que entendeu as configurações de cookies e concorda com elas, conforme indicado à esquerda.

3M Inovação | inspiração, ideias, criatividade

Inovação

Aprenda > Profissionais Inovadores > Dúvidas

Em que fase da Curva de Maturidade da inovação minha empresa está?

Enviado por José Carlos.

Olá,

As experiências bem e mal sucedidas assessorando a gestão de empresas com ambição inovadora nos permitiram propor um modelo inicial baseado no Octogono da Inovação para entender qual o estágio de maturidade da empresa frente ao tema.

Analise da Situação Atual

O primeiro passo de quem assume uma função de alta gestão é fazer um diagnóstico das capacidades, portifolio e resultados das atividades de inovação da empresa.

De forma mais específica sugerimos:

  1. Avaliação da Estratégia e Ambiente de Negócios: O primeiro passo é compreender a dinâmica do setor de atuação da empresa e seu posicionamento estratégico. Esse entendimento proverá condições de avaliar qual a intensidade e tamanho dos investimentos em inovação e também que tipos de inovação devem ser enfatizadas.
    Como fazer: Analise os documentos do planejamento estratégico existentes; converse com membros da direção; visite suas principais operações; analise relatórios setoriais de bancos de investimento, corretoras, consultorias e associações especializadas.
     
  2. Análise de Equipe e Estrutura: Identifique qual o modelo de governança e gestão de projetos a empresa está utilizando. As ações inovadoras “rodam” junto com o dia a dia ou há uma estrutura específica? Há uma estrutura de governança que dissemina, integra, avalia, prioriza e apoia as iniciativas? Quem são os principais executivos envolvidos com o tema?
    Como fazer: Identifique onde a inovação está presente no organograma da empresa, a quem se reporta e qual sua estrutura. Entreviste gestores ou membros de times de projetos inovadores na empresa. Mapeie quem são os inovadores da organização.
     
  3. Avaliação do Portifolio de Projetos: Avalie o portifolio atual de projetos em andamento e seu alinhamento com a estratégia de negócios da empresa. Há um equilíbrio de risco x retorno no portifolio? Quais projetos precisam ser descontinuados e quais devem ser priorizados?  Esse mapeamento facilitará a alocação de recursos, possibilitará a seleção de alguns projetos de curto prazo que possam gerar resultados em menor tempo sem deixar de priorizar os potenciais projetos de inovação radical.
    Como fazer: Identifique e classifique os projetos de potencial inovador existentes em função do tipo de inovação, nível de risco, fase de desenvolvimento e potencial retorno. Coloque isso numa matriz para facilitar a visualização. Converse com os gestores dos principais projetos. Discuta as principais restrições existentes.
     
  4. Análise do Ambiente Organizacional: O estágio seguinte é avaliar o ambiente organizacional, cultura, incentivos, comprometimento das lideranças e capacitação das pessoas para inovar.
    Como fazer: Mapeie pesquisas de clima organizacional já realizadas. Converse com as pessoas da linha de frente. Entreviste gestores de projetos que tiveram sucesso e aqueles que não tiveram continuidade. Com o gestor de recursos humanos conheça os mecanismos de remuneração, reconhecimento e avaliação de desempenho individual existentes na organização e a presença da inovação em tais instrumentos.
     
  5. Análise do Processo de Inovação: O entendimento de como a empresa busca, identifica, qualifica, testa e executa novas oportunidades é o passo seguinte. Quem participa? Como é o mecanismo de engajamento? Há momentos presenciais de debate do tema? Há templates, critérios e atividades a serem performadas em cada fase? A empresa usa tecnologia da informação para otimizar esse processo?
    Como fazer: Analise se existe um processo formal e critérios de avaliação de potenciais projetos. Converse com que não teve seu projeto aprovado. Compreenda como a empresa articula a participação dos envolvidos. Se existir um “mercado de ideias” interno avalie a plataforma de TI utilizada. Se existirem eventos e momentos presenciais destinados a inovação busque os resultados das ultimas iniciativas. Simule a proposição de um  projeto para conhecer o funcionamento real do sistema e não aquilo que está no papel.
     
  6. Análise da Inovação Aberta: O foco central de toda inovação é gerar e capturar valor para quem inova. Isso parte do entendimento das necessidades que o cliente tem e reconhece mas também aquelas que ele tem mas não reconhece. As empresas tem uma enormidade de contatos com seus clientes mas poucos insights são transformados em inovação. Entenda como a empresa utiliza esses contatos para fins de inovação. Quais as formas de incorporar clientes, parceiros e fornecedores para inovar? Quais as técnicas de pesquisa utilizadas para compreender o cliente?
    Como fazer: Entreviste aqueles que se relacionam diretamente com os clientes. Avalie o quanto estão instrumentalizados para capturar e dar encaminhamento de insights dos clientes. Com o departamento de marketing compreenda como são feitas as pesquisas de mercado para novos produtos e negócios.
     
  7. Análise da Alocação de Recursos: Sem recursos financeiros não há desenvolvimento de projetos. Identifique qual a origem dos recursos para novas oportunidades. Como a empresa aloca o capital? Há uso de recursos de terceiros? Um intraempreendedor conseguiria recursos para testar uma nova ideia incipiente ainda sem mercado definido e dimensionado?
    Como fazer: Identifique o nível de investimento em inovação sobre a receita. Compare com seus benchmarks e com empresas inovadoras. Consolide ganhos de incentivos fiscais e créditos com condições favoráveis utilizados para inovar. Compreenda a quem um potencial inovador tem que se dirigir para acessar recursos iniciais para projetos inovadores e como os projetos são avaliados.
     
  8. Avaliação de Resultados: Feitas as análises acima é necessário identificar os resultados que as iniciativas de inovação tem gerado para a empresa. Qual o último blockbuster? Quanto os novos produtos representam da receita atual? Quais inovações do setor foram introduzidas pela empresa nos últimos anos? Quanto da avaliação de mercado da empresa baseia-se em expectativas de ganhos futuros dependentes de inovações?
    Como fazer: Levante indicadores existentes relacionados com o processo, ambiente e produto da inovação. Monte novos indicadores. Analise o retorno do investimento em inovação nos últimos anos. Compare o atual portifolio da empresa com seus concorrentes.

     Na prática, o trabalho resume-se a coletar informações, fazer análises, ter contato com o campo e viver a realidade do sistema de inovação da empresa. Pode ser realizado por uma equipe interna ou com apoio especializado.

    O importante é compreender com profundidade a dinâmica de inovação de seu setor, sua estratégia de negócios, atuais projetos inovadores e mecanismos internos para inovar sistematicamente.

Acesse: https://www.facebook.com/innoscience/app_251458316228

Até a próxima inovação.

Veja Também

X

Faça seu login

Para acessar essa área, é necessário fazer seu login. Se você ainda não se cadastrou no portal 3M Inovação, você pode fazê-lo clicando no botão abaixo.

Login com redes sociais

Login com E-mail

Ainda não sou cadastrado

Cadastre-se agora

Comentários

Junte-se à discussão com os aprendizes desta lição.

Ordenar por:
ALEXSANDER SOARE MENEZES Experiência: 640 Ranking: 522º
Prezados colegas,

A leitura desta lição nos permite inferir que uma das formas de otimizar e potencializar os resultados das análises propostas seria a criação de uma equipe voltada para inovação, os talentos dessa equipe podem e devem ser prospectados em todos os componentes da cadeia produtiva da organização.
A formação deste grupo deverá considerar o potencial de cada membro para a inovação, independente aspectos como formação acadêmica, nível hierárquico e outras amarras à criatividade.
Henrique Puga Experiência: 19740 Ranking: 1º
Alexsander,
Concordo com você, no entanto acredito que além de uma equipe específica, seja importante criar uma cultura de inovação na empresa. O que você acha?
Evaldo Bonifacio Experiência: 11535 Ranking: 23º
Realmente inovar não é tarefa simples, as empresas mais inovadora na sua maioria tem por volta de 90 anos e adotou inovação como seu DNA, começar a inovar ou mesmo saber a maturidade como descreve o texto é algo realmente complexo, caso contrario todas as empresas seriam inovadoras, sqn .
Renato Experiência: 7125 Ranking: 61º
Muito boa resposta. Podemos observar que a inovação também depende, e muito, da estratégia adotada em questão. Devemos ter os nossos processos mapeados e conhecer os pontos fortes e fracos da empresa, bem como as áreas e os colaboradores mais voltados à inovação.
Welington Ribeiro Pena Experiência: 18050 Ranking: 8º
gostei!
Renato Abramovich Experiência: 17350 Ranking: 9º
Saber analisar de forma correta é fundamental para prosseguir com um bom desempenho.
Caroline Marques Experiência: 11245 Ranking: 25º
Muito esclarecedor!
Francielly de Oliveira Marinho Experiência: 6900 Ranking: 62º
Bastante útil.
Henrique Luttembarck Experiência: 15045 Ranking: 18º
O prf Maximiliano deu uma boa aula da organização de dados para a empresa inovar. Mas um aspecto gostaria que fosse mais aprofundado: a avaliação do resultado, por mais que os números sejam imprescindíveis, como avaliar o espírito de inovação trás na seleção do grupo, na motivação do trabalho, da imagem da empresa pela sociedade e preferência dos produtos desta. Reafirmando e indispensável a quantificação do resultado da inovação em diversos aspectos. Mas algumas áreas isto torna mais intangível, o que talvez necessite de consultorias externas especializadas.
Laercio Lage Experiência: 16960 Ranking: 12º
Obrigado por disseminar esse processo.
Elenilton Souza Dos Santos Experiência: 15325 Ranking: 16º
Legal
Carregar mais
Topo
X

Faça seu login

Para acessar essa área, é necessário fazer seu login. Se você ainda não se cadastrou no portal 3M Inovação, você pode fazê-lo clicando no botão abaixo.

Login com redes sociais

Login com Facebook Login com Linkedin

Login com E-mail


Ainda não sou cadastrado

Cadastre-se agora