A 3M usa cookies neste site. Os provedores de serviços deste site e os selecionados pela 3M instalam cookies contendo arquivos de texto no seu computador para reconhecer o computador e:

  • ● Personalizar sua experiência em sites da 3M.

  • ● Exibir anúncios de seu interesse.

  • ● Coletar informações estatísticas anônimas para aprimorar a funcionalidade e o desempenho do site.

Saiba os benefícios de aceitar estes cookies

Os sites da 3M usam cookies para oferecer suporte:

  • ● 'Lembre-me' - que permite você fazer login em visitas repetidas, usando um login seguro.

  • ● Salvando as suas escolhas anteriores e dando recomendações para produtos e serviços 3M de seu interesse.

  • ● Garantindo para você os recursos de compartilhar páginas e publicar comentários.

Você pode alterar as configurações dos seus cookies a qualquer momento, clicando em Preferências de cookies.

Alguns opt-outs podem falhar devido às configurações de cookies do seu navegador. Se você quiser configurar preferências de opt-out usando esta ferramenta, precisa permitir cookies de terceiros na configuração do seu navegador.

Ao clicar em Aceitar e Prosseguir, você confirma que entendeu as configurações de cookies e concorda com elas, conforme indicado à esquerda.

3M Inovação | inspiração, ideias, criatividade

Inovação

Aprenda > Desafios

Como o processo de recrutamento e seleção de vagas pode ser mais inovador?

X

Faça seu login

Para acessar essa área, é necessário fazer seu login. Se você ainda não se cadastrou no portal 3M Inovação, você pode fazê-lo clicando no botão abaixo.

Login com redes sociais

Login com E-mail

Ainda não sou cadastrado

Cadastre-se agora

Hoje, as pessoas buscam uma oportunidade de emprego pelo site das empresas, via redes sociais especializadas como o LinkedIn, por meio de Headhunters, entre outros, mas quase todos esses métodos têm algo em comum: o Processo Seletivo. 

Geralmente, esses processos contam com Testes online de inglês e/ou de raciocínio lógico, Dinâmicas de Grupo com apresentações pessoais e de soluções de cases, e no final, a famosa entrevista Presencial.

Cada pessoa se identifica ou prefere uma etapa, mas queremos saber de você:
Quais ações ou processos podem ser aprimorados? Quais técnicas ou tecnologias podem ser implementadas para tornar esse processo mais diferenciado e inovador? Como fazer para que as empresas selecionem os talentos mais adequados para suas organizações?

Agora é a hora de você ser criativo! Libere sua mente e dê sua opinião.

Como o processo de recrutamento e seleção de vagas pode ser mais inovador?

X

Faça seu login

Para acessar essa área, é necessário fazer seu login. Se você ainda não se cadastrou no portal 3M Inovação, você pode fazê-lo clicando no botão abaixo.

Login com redes sociais

Login com E-mail

Ainda não sou cadastrado

Cadastre-se agora

Enviar Ideia

Dê sua contribuição para este desafio.

Ordenar por:
Marcos Todeschi Experiência: 0 Ranking: 1º
Algum tempo atrás enfrentei o desafio de recrutar um novo profissional de uma área de conhecimento em que há pouca oferta no Estado em que a Empresa está situada. O processo foi bastante diferente pois anunciamos a vaga em sites dos Conselhos Estaduais desta profissão, recebemos os currículos com um relato anexo das suas principais características e interesses que nos possibilitou além de elaborar uma classificação com base nas habilidades analisar se o interesse do candidato estava adequado as características do emprego e depois concluímos por meio de entrevistas via skype, onde o foco foi explorar as dúvidas com relação ao relato do participante e confirmar as habilidades, tudo por meio de soluções de tecnologia, praticamente sem custo e muito rápido, possibilitando o contato com pessoas de todo o país Sem dúvida diferente da tradicional análise de currículo, prova e entrevista tradicional e desafiador pois a a entrevista via skype exigiu um formato bem diferenciado Creio que o futuro está em agilizar o processo usando as tecnologias disponíveis e principalmente focando na adequação do que o proponente quer em relação ao que se pode oferecer e não mais na análise de habilidades e experiências que podem esconder o desejo de uma pessoa de buscar algo novo e de mudar sua carreira e fazer com que a seleção não atinja o objetivo de buscar o melhor profissional para a demanda existente.
Marcos Todeschi Experiência: 0 Ranking: 1º
Algum tempo atrás enfrentei o desafio de recrutar um novo profissional de uma área de conhecimento em que há pouca oferta no Estado em que a Empresa está situada. O processo foi bastante diferente pois anunciamos a vaga em sites dos Conselhos Estaduais desta profissão, recebemos os currículos com um relato anexo das suas principais características e interesses que nos possibilitou além de elaborar uma classificação com base nas habilidades analisar se o interesse do candidato estava adequado as características do emprego e depois concluímos por meio de entrevistas via skype, onde o foco foi explorar as dúvidas com relação ao relato do participante e confirmar as habilidades, tudo por meio de soluções de tecnologia, praticamente sem custo e muito rápido, possibilitando o contato com pessoas de todo o país Sem dúvida diferente da tradicional análise de currículo, prova e entrevista tradicional e desafiador pois a a entrevista via skype exigiu um formato bem diferenciado Creio que o futuro está em agilizar o processo usando as tecnologias disponíveis e principalmente focando na adequação do que o proponente quer em relação ao que se pode oferecer e não mais na análise de habilidades e experiências que podem esconder o desejo de uma pessoa de buscar algo novo e de mudar sua carreira e fazer com que a seleção não atinja o objetivo de buscar o melhor profissional para a demanda existente.
Aguinaldo Alves da Silva Júnior Experiência: 0 Ranking: 1º
Quebrando paradigmas, como por exemplo, exigências de níveis de escolaridade (Diplomas) e certificações (SCRUM, ITIL, PMP's...), e seleção através de dinâmicas em grupos.

Atualmente vivemos em um cenário onde temos acesso fácil a informação, no entanto, as empresas pecam em separar candidato com ou sem diploma, exigindo estes títulos que nem sempre serão o fator determinante para a execução de tal tarefa ou cargo.
Exceto na área de pesquisa, o mercado de modo geral, não busca um especialista/Doutor em determinado assunto, mas sim, um profissional que diante de um desafio, consiga resultados rápidos e de baixo custo.

Outro paradigma a ser vencido é o da seleção através de dinâmicas em grupos, por serem subjetivos e propensos a falha, ou seja, são métodos rasos de avaliação de desempenho.

Portanto, a inovação dos produtos tem que passar pela inovação de contratação de pessoas, fazendo uso de ferramentas como Skype, “Gamificação”, grupos colaborativos, contratações por demanda, home office, etc...

Não existe uma receita de bolo, para inovar nas contratações, mas acredito que estes são um dos ingredientes que podemos experimentar.
Markson Gonçalves Lima Experiência: 0 Ranking: 1º
Buscando diminuir custos, diversas empresas já aderiram ao uso da tecnologia para as entrevistas, a exemplo do Skype. Vejo que muitas empresas preferem pessoas com experiencia na área, mesmo tendo qualificação profissional para ocupar o cargo. Deveriam mudar isso!!
Fernanda Silva Experiência: 0 Ranking: 1º
Acho que o processo seletivo hoje em dia esta muito padrão. Você manda currículo, faz entrevista, faz dinâmica de grupo (que normalmente também se inicia da mesma fora) faz entrevista pessoal etc..sempre a mesma coisa.
Acho que poderia se modernizar como muitas empresas hoje já adotam o processo de entrevista online (via skype) pelo menos para os primeiros momentos seria o ideal. Quem procura emprego hoje em dia tem pressa de arrumar logo algo e esse meio online reduziria bastante inclusive os custos que o candidato tem, além disso considero que via internet o candidato consiga ser um pouco mais "solto" o que serveria para avaliar se ele serve ou não e se é bom para aquela vaga ou não. Além disso voltando ao princípio de que quem procura emprego tem pressa diante da entrevista online no primeiro momento este possibilita que o canditato faça mais de uma entrevista em um dia sem ir a extaustão cada vez que se desloca para uma delas.
No segundo momento quando já se sabe que ele é um possível canditato ai sim devemos considerar entrevistas pessoais entre outros processos que se façam necessários.
Antonio Carlos Sena Experiência: 0 Ranking: 1º
Trabalhando mais a Empatia, no sentido de conhecer o entrevistado, tendo pessoas preparadas para entrevistar de forma mais aberta e livre sem muitos testes que muitas vezes são repetitivos e conhecidos dos entrevistados, aplicando conversas abertas e reais sem testes escritos e muitas vezes cansativos e ultrapassados, enfim, dar retorno sincero do resultado da entrevista etc.
Marcos Todeschi Experiência: 0 Ranking: 1º
Creio que a gamificação será uma tendência adotada para testar as habilidades não apenas no aspecto técnico mas também comportamental, o que auxiliará as empresas na seleção do candidato mais adequado para a função Além disso creio que este processo pode ser inovado por meio do da criação de uma rede social específica para os candidatos, o que seria interessante para medir a colaboração, integração e respeito de cada candidato, bem como, seu interesse e conhecimento em relação a empresa. A ideia seria lançar um desafio social ou relacionado a empresa para ser resolvido pelos candidatos. Este exercício poderia durar de 15 a 20 dias e o resultado após analisado poderia medir a capacidade de liderança, resiliência e outros, pois poderiam ser colocadas situações que testassem de forma real os candidatos. Utilizada de forma adequada a empresa pode usar esta rede como uma forma de ensinar e para compartilhar informação. Neste aspecto entendo que ao final do processo cada candidato deveria receber um retorno referente a sua participação no processo para que possa aumentar seu auto conhecimento e investir em sua formação. Se usado para uma finalidade social poderia ainda gerar um bem para a sociedade. A limitação neste caso seria estabelecer para que funções esta possibilidade seria aplicada.
Danielly Akagui Menezes Experiência: 3960 Ranking: 101º
Acredito que as empresas devem deixar claro o modelo de gestão aplicado, como funciona a empresa no dia-a-dia, mostrar os bônus e algumas falhas. E o candidato deve ter consciência do seu perfil, das suas limitações e de suas habilidades.
Assim evitaríamos pessoas que não trabalhassem insatisfeitas todos os dias, melhoraria o índice de rotatividade das empresas, pois o perfil da empresa estaria alinhado com a do candidato/trabalhador.
Washington Sales do Monte Experiência: 0 Ranking: 1º
Olá pessoal! Gostaria de compartilha com as ideias aqui postas!

Desde de Junho do ano de 2016, estou desenvolvendo uma ideia juntamente com um colega que a princípio seria ficaria no campo da tecnologia e da saúde mental, porém, depois de muitas conversar percebemos que a ideia pode ser ampliado para outros processos. As ideias sobre a gamificação de processos são muito interessantes. Mas, acompanhando as discussões ao redor do mundo (ou parte delas) sobre a utilização das tecnologias utilizadas para mais variadas situações, creio que uma resposta para a questão: Como o processo de recrutamento e seleção de vagas pode ser mais inovador? E se existe um sistema baseado em Inteligência Artificial que fosse alimentado com as informações do processo de seleção (Informações do Currículo, entrevistas, teste, laudos, etc.), que no final esse sistema pudesse ser utilizado como suporte para ajudar na tomada decisão. Então, parte desse sistema está sendo incubado na Universidade onde moro, estou em busca de parcerias para parte de programação (trabalhar com codificação de redes neurais e linguagem natural de programação). Tenho certeza que seria uma excelente ferramenta para inovar o processo de recrutamento e seleção, principalmente em cargos de alto gerencia.
Michele Caroline Oliveira Santos Experiência: 0 Ranking: 1º
A sensação que tenho, é que o processo seletivo, poderia e deveria ser um processo mais humano. Quando digo humano, me refiro à forma com que as pessoas são tratadas. Por exemplo, os testes de raciocínio lógico, uma pessoa pode ser um ótimo profissional, porém péssimo com esses tipos de testes... Ou as dinâmicas em grupo, pessoas tímidas, muitas vezes não se saem bem, porque não é do perfil dela, isso não quer dizer que ela não seja o profissional ideal para aquela vaga.
Acredito que permitindo as pessoas mostrem o que são de verdade e não fique se escondendo naquilo que precisa agradar o entrevistador. Dando oportunidade para falar, tendo uma seleção mais descontraída, fazendo com que a pessoa sinta, que de certa forma, o trabalho será a extensão da sua casa... Penso que isso também é inovar, permitir que as pessoas compartilhem suas experiências, não apenas as de trabalho, as da vida também. Afinal, precisamos de seres humanos, dos seus talentos, não de máquinas, que sabem fazer testes lógicos, matemáticos etc.
Fernanda Silva Experiência: 0 Ranking: 1º
verdade amiga. No caso do teste de raciocínio até acho que se aplica a algumas funções porém eu por exemplo sou uma pessoa quieta e tranquila poderia dizer que não "gosto de aparecer" e com isso nem sempre teria destaque nas dinâmicas de grupo.
Carregar mais
Topo
X

Faça seu login

Para acessar essa área, é necessário fazer seu login. Se você ainda não se cadastrou no portal 3M Inovação, você pode fazê-lo clicando no botão abaixo.

Login com redes sociais

Login com Facebook Login com Linkedin

Login com E-mail


Ainda não sou cadastrado

Cadastre-se agora